terça-feira, 11 de dezembro de 2012

IMPACTOS AMBIENTAIS 1

1) Explique como ocorre o processo de desertificação apontando duas de suas principais consequências e indicando duas áreas onde esse processo está ocorrendo, sendo uma delas necessariamente no Brasil.


2) “Parece mesmo que já faz parte da rotina de nossa sociedade vivenciar eventualmente o drama causado pelas enchentes que castigam esse país tropical de tempos em tempos. Muito além dos prejuízos causados, tais eventos assumem efetivamente a condição de tragédia por sua dimensão humana, ao ceifarem vidas, desestruturarem famílias e piorarem profundamente as condições de vida dos sobreviventes que são gravemente atingidos”.

(Moreira, Diego. O Drama das Enchentes. conceitosetemas.blogspot.com)

Tendo em vista o tema tratado no texto, explique como as ações humanas sobre o espaço podem favorecer a ocorrência de enchentes.


3) Segundo o Ministério do Meio Ambiente, a Política Nacional de Resíduos Sólidos, instituída no Brasil pela Lei 12.305/10, determina a “prevenção e a redução na geração de resíduos, tendo como proposta a prática de hábitos de consumo sustentável e um conjunto de instrumentos para propiciar o aumento da reciclagem e da reutilização dos resíduos sólidos (aquilo que tem valor econômico e pode ser reciclado ou reaproveitado) e a destinação ambientalmente adequada dos rejeitos (aquilo que não pode ser reciclado ou reutilizado). Institui a responsabilidade compartilhada dos geradores de resíduos: dos fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes, o cidadão e titulares de serviços de manejo dos resíduos sólidos urbanos na Logística Reversa dos resíduos e embalagens pós-consumo e pós-consumo. Cria metas importantes que irão contribuir para a eliminação dos lixões e institui instrumentos de planejamento nos níveis nacional, estadual, microrregional, intermunicipal e metropolitano e municipal; além de impor que os particulares elaborem seus Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos”.

Considerando o tema proposto acima, assinale a alternativa onde se identifica uma prática instituída pela Lei 12.305/10 e uma consequência ambiental de sua não aplicação, respectivamente.
a) Reciclagem – Avanço da desertificação em ambientes semiáridos
b) Deposição adequada dos resíduos – Deterioração do ar, de solos e corpos hídricos.
c) Reutilização de resíduos – Geração de empregos para catadores de lixo
d) Redução dos níveis de consumo – Sobrecarga dos sistemas de coleta do lixo



Gabaritos Comentados:

1) Desertificação é um processo regressivo da vegetação de um ambiente, gerado pela ação humana. Diversas ações inapropriadas do homem sobre o solo podem provocar esse processo. Entre as principais, destacam-se: Monoculturas intensivas sobre ecossistemas frágeis; desmatamento e uso de técnicas agropecuárias impróprias. São consequências comuns em espaços desertificados: - Arenização dos solos; redução da retenção de recursos hídricos; impactos sobre a fauna e a flora; mimetização de espécies no ambiente transformado; impactos sociais decorrentes da falta de água, como desnutrição e desidratação; expansão da pobreza; migrações; desagregação familiar associada às migrações; perda de potencial e produtividade agropecuárias; redução das receitas agropecuárias locais; etc. No Brasil, o processo é observado no semiárido nordestino e na Campanha ocidental gaúcha. No mundo, destacam-se o Sahel africano, o Mar de Aral e Portugal meridional (Alentejo e Algarve).

2) São ações humanas que podem favorecer a ocorrência de enchentes: canalização de rios; impermeabilização do solo; desmatamento de matas ciliares; despejo de lixo em galerias pluviais; construção de casas nas margens fluviais, entre outras.



3) B – Todas as alternativas apresentam corretamente as práticas instituídas pela Lei 12.305/10. No entanto, apenas a B correlaciona adequadamente uma consequência da sua não aplicação. Ou seja, a deposição inadequada do lixo gera contaminação do solo, dos corpos hídricos e do ar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário